Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha terão, segundo o Diário de Notícias, andado a promover um plano de saúde que recebe quatro queixas por dia no Portal da Queixa e com a DECO Proteste, associação de defesa do consumidor.

O plano, da Medicare, é vendido com base na facilidade de adesão: em pouco tempo se consegue falar com um médico ou uma receita, mas para cancelar a história muda. Nos últimos 12 meses, o Portal da Queixa recebeu 829 queixas contra o plano de saúde, enquanto em 2019 602 queixas chegaram à DECO contra o mesmo.

As queixas estão também relacionadas com períodos de fidelização e reclamação automática. Além de ser difícil cancelar, renova automaticamente por maus um ano de fidelização.

Ana Sofia Ferreira, jurista da DECO, explicou ao DN que plano de saúde e seguro nem sequer são o mesmo
"Os seguros têm franquias e períodos de carência, regras que não são aplicadas aos planos que têm uma rede convencionada com descontos para quem tem aquele cartão. Não funciona como um seguro, apesar de ter semelhanças"
Fora das grandes cidades, a rede pode quase nem existir, acrescenta. Cristina Ferreira e Goucha, que promovem o plano sem mencionar as dificuldades e queixas, não reagiram até agora à noticia pelo que conseguimos apurar.


(Carregue para aumentar)


Autor: author Tiago Palha

Tiago Palha é um redator apaixonado por tudo o que tem a ver com o mundo das celebridades, tecnologia gastronomia, e muito mais. Siga-o nas redes sociais: Facebook | Twitter

0 comments:

Publicar um comentário