A imagem do ex-presidente to Sporting Clube de Portugal (SCP), Bruno de Carvalho, foi recentemente usada para promover um esquema fraudulento de investimento na criptomoeda Bitcoin através das redes sociais.

Este esquema terá visto uma organização, ‘Bitcoin Future,’ promover através do Facebook uma imagem que tinha a fotografia de Bruno de carvalho acompanhada de um título sugestivo, sugerindo que o controverso presidente do SCP tinha feito uma fortuna a investir em criptomoedas.



Esta notícia de que Bruno de Carvalho fez 2,3 milhões de euros após ir à falência é, segundo vários meios de comunicação social, falsa. A verdade é que a campanha da Bitcoin Future visa dissuadir utilizadores das redes sociais a investirem num esquema.

A organização usa para isto uma publicação que afirma que Bruno mostrou a um jornal da RTP como se faz lucro através de uma plataforma que, supostamente através e um algoritmo de negociação, vende e compra Bitcoin na altura certa.

Numa suposta demonstração, Bruno terá convencido o jornalista João Fernando Ramos a investido 250 euros, o que terá dado um lucro de mais de 230 euros em cerca de três minutos. Em oito minutos, afirma o artigo, o lucro teria subido para 398,4 euros.

Para que seja claro para o leitor: este tipo de lucros através de investimentos de qualquer espécie não é possível – e se for não é partilhado com o público, através de conteúdo patrocinado nas redes sociais.

Este tipo de esquema já foi usado também com a cara do ator Carlos Areia, e provavelmente terá sido agora usado Bruno de Carvalho pelo circo mediático à sua volta. Segundo aponta o Polígrafo, nem as referencias que a plataforma Bitcoin Future faz de apoios são reais.

É de se notar que o Sporting em si já analisou angariar fundos através da venda de uma criptomoeda especifica, mas ao que parece a medida acabou por não ir para a frente.


(Carregue para aumentar)


Autor: author Tiago Palha

Siga-nos nas redes sociais: Facebook | Twitter

0 comments:

Enviar um comentário